';

Licores Naturais

A origem da palavra licor.

Liqueur uma palavra francesa que deriva do latim “liquifacere”, que significa “liquidar, dissolver ou derreter”.  “Liquidificar” é exatamente o que acontece com os extratos infundidos no álcool quando os licores são feitos.

Receitas de licores foram encontradas em túmulos egípcios e pergaminhos gregos antigos, mas são principalmente os monges da Europa, particularmente os monges italianos durando o século XIII, que desenvolveram o licor como forma de infundir ervas para uso medicinal. Na época – na Idade Média – beber licor também era um costume comum durante a assinatura de tratados.

À medida que as rotas comerciais se abriram, a variedade de especiarias e outros ingredientes como gengibre, laranja e chocolate chegou aos licores e muitas famílias tinham suas próprias destilarias e receitas.

Algumas receitas eram usadas por suas qualidades anestésicas e usadas por mulheres durante o parto, enquanto outras eram consumidas como ajuda digestiva.

Eles também ficaram na moda. Depois que Catarina de Medice se casou com Henrique II da França, ela introduziu a cultura d ebeber licor na Corte Francesa.

Os licores estão portanto, entre as categorias mais antigas de bebidas alcoólicas. Um dos licores mais famosos do mundo é o Green Chartreuse, que foi desenvolvido por monges da Ordem Cartuxa (Chartusian Order) nos Alpes Franceses desde 1737. Contém mais de 130 ervas e especiarias, algumas das quais raras, e apenas três monges conhecem a receita completa, e que ervas produzem sua cor única e natural.

Outra marca notável é Frangelico, que é um licor feito de avelãs. Embora a criação oficial da marca tenha ocorrido nos anos 70, sua receita afirma ter uma herança de mais de 300 anos.

O que são Licores Naturais?

Os primeiros licores surgiram provavelmente das caldeiradas caseiras, com propósitos medicinais. Teriam aparecido em xaropes e outras poções, destinadas a curar tosse, problemas estomacais e outros males menos graves.

O licor moderno foi criado pelo alquimista catalão Arnaud de Villeneuve. Ele conseguiu extrair os princípios aromáticos das ervas através da maceração no álcool, conservando as propriedades e essências dos ingredientes.

Durante mais de trezentos anos, depois da descoberta de Arnaud, os monges monopolizaram a fabricação de licores.

Os licores naturais da CASA DE ZORZI são fabricados com matérias primas locais e sem agrotóxicos, que não levam conservantes, estabilizantes, corantes, saborizantes ou aditivos.

Nossos produtos têm rótulo limpo. 

O que isso quer dizer? Que a gente utiliza poucos ingredientes e nenhum deles têm nome complicado.

Produzimos pequenos lotes com ingredientes 100% naturais. Cada detalhe da produção é executado pela mesma pessoa, do começo ao fim.

A CASA DE ZORZI produz licores naturais como Limoncello, Arancello, Liquore al Caffè, Liquore al Mirtillo & Amoretto.